quarta-feira

Mind Games



trago nos pulsos a noite de todos os segredos. desterros.


descalço as palavras indistintas. nuas, breves. e aos teus pés as minhas mãos.


por um dia quando o amor é só o.

bálsamo em anel de noivado. inconfessado. leito e sofreguidão.




talvez porque o momento de agora se repete em tempo de instantes. 


______________ enquanto nos sepultamos  fiéis à intemporalidade da música com que combatemos a dor.


Lama e trevas numa batalha de amantes


e aos teus pés as minhas mãos em concha que o eco origina utopia.