sexta-feira




...meu amor 
devolvo-te as palavras com que escrevo silêncios. 

as rosas são cor de luto rendado.

e um punhal atravessa o peito suspenso no fogo do teu olhar 
com que me acordas a pele rasgada em véus que cobrem o chão...