sábado



amoTE em golfadas de luz
beijos roubados ao entardecer
sem que saibas
os lábios na tua pele quente de tanto sol
os meus dedos penteiam a tua barba sábia e perfumada pelos odores que deixei em ti